Fraldas de pano: tudo sobre elas – Parte 2: modelos

Fraldas de pano: tudo sobre elas | O Nosso BlogE ai? Animaram de testar as fraldas de pano com as crias? :) Frequentemente a gente recebe relatos de quem, após decidir usar as fraldas de pano, começam a pesquisar e, sem nem saber por onde começar, se vêem perdidos no meio de tantos nomes, siglas, tecidos, técnicas de lavagem, etc etc etc… Nossa ideia, aqui, é sistematizar tudo isso e auxiliar nas escolhas daqui para a frente. Por isso, convido-os novamente a trazer suas dúvidas, questões, impressões, que serão muito úteis na construção deste pequeno “manual”.

O objetivo do post de hoje é apresentar os modelos principais disponíveis hoje no mercado, com seus pontos positivos e negativos, considerando desde os modelos mais clássicos, usados pelas nossas mães e avós, até os mais modernos e práticos. A escolha dos modelos preferidos é muito pessoal, pois envolve características das fraldas, do bebê e da família. Mas, de forma geral, as fraldas de pano são compostas por duas partes: uma cobertura, que é uma peça externa, impermeável; é um absorvente ou recheio, que é responsável por absorver o xixi e mantê-lo dentro da capa.

FRALDAS TRADICIONAIS
Fraldas de pano modernas: modelos | O Nosso BlogUma opção barata e fácil de encontrar são as fraldas de pano de algodão, quadradas, iguais aquelas utilizadas por nossas mães e avós, que também podem ser chamadas de fraldas cremer. Geralmente, elas têm formato quadrado e devem ser dobradas como um retângulo ou de forma a envolver o bebê, prendendo-a com algum tipo de fecho, como fita adesiva, alfinetes ou o snappi (aquela peça de plástico flexível que aparece na foto). Esta fralda já faz a vez do absorvente, pois ela própria retem o xixi. Para não vazar, por cima da fralda é utilizada uma capa impermeável, como as calças plásticas. Por serem finas, absorvem pouco xixi e duram até umas três horas, no máximo, sem vazar. Mas é por este mesmo motivo que elas são muito práticas de lavar e secam muito rápido, portanto você pode ter uma quantidade menor e lavar com mais frequência, trazendo economia. Outro aspecto importante é que, por serem algodão, deixam uma sensação de umidade na pele do bebê, o que pode incomodar ou ocasionar assaduras em bebês mais sensíveis.

Calça plástica
Fraldas de pano modernas: modelos | O Nosso BlogTambém conhecidas pelas nossas mães e avós, as calças plásticas ou calças enxutas, geralmente, são compostas por um tecido externo de algodão ou poliviscose e um interno de dryfit, com um plástico impermeável entre essas duas camadas. São bem baratas (entre R$ 1 e R$ 3, cada) e usualmente são utilizadas sobre as fraldas tradicionais. Têm uma ampla gama de tamanhos, porém você terá de comprar vários modelos ao longo da vida de fralda do bebê. Também não são muito duráveis e tendem a estragar mais facilmente, principalmente quando lavadas à maquina.

FRALDAS MODERNAS

Pocket ou fralda com bolso
Fraldas de pano modernas: modelos | O Nosso BlogEsta fralda possui um bolso interno, onde coloca-se o absorvente escolhido. Geralmente, o tecido externo é de algodão ou PUL (sigla para poliuretano laminado, material que recobre o tecido, tornando-o impermeável, porém respirável) e o tecido interior pode ser de soft ou suedine, algodão ou até dryfit. Assim, somente o tecido interno fica em contato com o bumbum do bebê, enquanto o absorvente fica escondido dentro do bolso. Normalmente, é a fralda que mais segura o xixi, podendo, em alguns casos, durar até 12 horas, sendo a mais recomendada para a noite, por exemplo. Além disso, é muito prática, pois, para montá-la, é preciso somente inserir o absorvente no bolso e vesti-la no bebê como uma fralda descartável, por meio de botão ou velcro.

Capa
Fraldas de pano modernas: modelos | O Nosso BlogDiferente da fralda pocket, a capa é composta somente pelo tecido externo, o qual pode já ser impermeável (como o PUL) ou com um plástico impermeável. Segue o mesmo conceito das calças plásticas, mas é mais estruturada e mais durável. Sua maior vantagem é possibilitar a troca do absorvente sujo de xixi por um novo, sem precisar trocar a capa. Portanto, é possível ter um número maior de absorventes do que capas, trazendo economia. Porém, o absorvente também fica em contato com o bumbum do bebê, tendo o mesmo problema das fraldas tradicionais.

Capa “tipo Efral”
Fraldas de pano modernas: modelos | O Nosso BlogSendo uma capa, o tecido externo é feito de algodão, com um suporte plástico abotoado a ela, onde é encaixado um absorvente de flanela de algodão, que fica em contato com o bumbum do bebê. Assim, além de poder trocar o absorvente sujo, você também pode trocar o suporte todo, o qual é vendido separadamente para que você possa comprar vários deles para cada capa. O fecho é por velcro na lateral.

 

All-in-one (AIO) ou tudo-em-um
Fraldas de pano modernas: modelos | O Nosso Blog
Esta é uma fralda que segue o conceito das pockets, mas o absorvente é costurado diretamente nela, por isso o nome “tudo em um”. É mais prática por não precisar ficar ajustando o absorvente dentro dela, portanto são tão práticas quanto as descartáveis no momento da troca. Porém, por serem grossas, tendem a demorar para secar e são difíceis de lavar profundamente. Uma boa ideia é ter algumas fraldas deste modelo para mandar para a escola ou para a casa da vovó, por exemplo.

Contorno
Fraldas de pano modernas: modelos | O Nosso BlogFeitas em tecido absorvente (algodão ou combinações deste), já são feitas em formato de ampulheta para encaixar melhor no corpo do bebê. Assim como as fraldas tradicionais, devem ser dobradas, presas e cobertas com uma capa impermeável para não vazar. Esta da foto também possui um reforço absorvente no centro (aquela faixa retangular) que é costurada em um dos lados do contorno.

RECHEIOS
Fraldas de pano modernas: modelos | O Nosso BlogA escolha dos absorventes também é importante e o que muda entre eles é o formato e o tecido.
Com relação ao formato, eles podem ser inteiramente costurados, já no formato que devem ser usados na fralda (como o da esquerda na foto ao lado) ou grandes peças de tecido que devem ser dobradas em formato retangular antes de colocar no bebê.
Quanto ao tecido, o absorvente de microfibra é o mais potente de todos, portanto, o que segura maiores quantidades de líquido, mas ele não pode ser usado em contato com o bumbum do bebê, já que o tecido é tão absorvente que acaba deixando tirando a umidade do bumbum, o que ocasiona assaduras. Ele deve ser sempre usado por dentro do bolso da fralda pocket ou envolvido por outros tecidos como o algodão.Além disso, por ele ser composto por várias camadas de tecido, são mais difíceis de lavar profundamente. Outra opção são os absorventes de algodão ou compostos com algodão, como flanelas, atoalhados, melton, entre outros. Estes absorventes podem ficar em contato com o bumbum do bebê, mas eles ficam encharcados, causando o problema do incômodo ou sensibilidade de alguns bebês com o contato com o xixi. Combinações de outras fibras naturais como bambu, hemp, canhãmo etc, são outras opções para estar em contato com o bumbum do bebê, já que não agridem como a microfibra.

 

Tamanho único vs. Fraldas por tamanho (P, M, G)
Fraldas de pano modernas: modelos | O Nosso Blog

Outra característica das fraldas, principalmente as do tipo pocket, é a opção de serem compradas como tamanho único (TU ou OS, referindo-se ao inglês one-size). As fraldas por tamanho são boas, pois se ajustam melhor ao corpo do bebê, o que diminui os problemas de vazamentos e infiltrações, comuns quando o bebê está “entre ajustes”. Já as tamanho único são melhores pela economia, pois a mesma fralda pode ser usada do nascimento (por volta dos 4 quilos) até o desfralde do bebê, mudando-se os ajustes dos botões (foto acima) ou dos elásticos caseados nas pernas e cintura (foto abaixo).

Fraldas de pano modernas: modelos | O Nosso Blog

Tecidos

A escolha de tecidos é o último (UFA!) dos aspectos a serem considerados nas fraldas de pano.
O tecido interno em soft, microsoft ou suedine proporcionam uma sensação de “sempre seca”, pois eles repelem a umidade, mas, por ser um tecido sintético, pode ocasionar alergias, principalmente em bebê mais novos. Já o algodão é um tecido mais suave, mas não deixa o bebê completamente sequinho, o que, como já dissemos, em bebês mais sensíveis, pode ser um problema.
Quanto ao tecido externo, o PUL tende a secar mais rápido que o algodão e infiltra menos, além de ser muito durável e resistente, mesmo a altas temperaturas. Porém, por ser um tecido importado, ele encarece a fralda. Já as fraldas com exterior em algodão são mais baratas, mas também são mais frágeis.

Sei que é muuuuita informação, mas esperamos que este possa ser um texto de apoio pra quem está adentrando o mundo dinâmico das fraldas de pano. Como pode-se perceber, não há fraldas só com pontos positivos ou só com pontos negativos. Portanto, sempre sugerimos que invista-se em uma variedade de modelos de fraldas, absorventes e tecidos, de forma a testar para ver a quais sua família se adapta melhor. As que não derem certo podem ser facilmente revendidas ou trocadas nos grupos dos quais falamos no post anterior ;)

Leia também:

Fraldas de Pano: tudo sobre elas – Parte 1: por quê usar

Fraldas de pano: tudo sobre elas – Parte 3: cuidados e lavagem

Fraldas de pano: tudo sobre elas – Parte Final: Pomada Caseira para Assaduras

Este post foi publicado em Maternagem, Saúde em por .

Sobre Carol Neves

Mãe do Henrique e da Laura, psicóloga e mestre em Psicologia. Transformada pela maternidade, acredita no poder de compartilhar e apoiar, e ser/estar consciente das nossas escolhas para ter uma vida com mais sentido, felicidade e prazer. Ama estar na cozinha e no ateliê nas horas livres.

6 ideias sobre “Fraldas de pano: tudo sobre elas – Parte 2: modelos

  1. cristiane

    Olá!
    Li muita coisa sobre as FP mas ainda fiquei confusa! Será que podem me dar uma luz? rsrs
    Li que os “recheios” que podem ir na máquina mas as do tipo cremer desmancham…Elas usam outro tipo de fralda,um tipo específico de tecido?

    Responder
    1. Carol Neves Autor do post

      Olá Cristiane! Peço desculpas pela demora em respondê-la!!! Espero que ainda lhe seja útil.
      Eu nunca tive problemas em lavar fraldas cremer na máquina! O único cuidado é que elas devem ter bainha!!! Algumas que são vendidas vêm sem a bainha, o que faz com que desfiem pelas laterais. Se vc tiver desse modelo, pode levar em uma costureira fazer a bainha para vc. De resto, vão para a máquina tranquilamente, inclusive na máquina de secar!!! Talve vc tenha ouvido isso de quem ainda acredite que as FP devem ser lavadas a mão e, então, criam justificativas para isso. Mas hoje em dia não temos pq acreditar nisso.
      Obrigada pelo comentário!!!
      Beijos,
      Carol.

      Responder
  2. Pingback: Fraldas de pano: tudo sobre elas – Parte 3: cuidados e lavagem |

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>