Fraldas de pano: tudo sobre elas – Parte Final: Pomada Caseira para Assaduras

Receita de pomada caseira e segura para fraldas de pano | O Nosso BlogOlás pessoal! Como vocês estão?

Estou aqui hoje pra finalizar nossa série sobre as queridas fraldinhas de pano (mas não vai ser a última vez que falamos sobre elas, não hahaha). Depois da lavagem das fraldas, um assunto que recorrentemente aparece nos círculos que participamos são as assaduras. Vejamos… Assaduras acontecem tanto com o uso de fraldas de pano, quanto com o uso de fraldas descartáveis e as suas causas podem ser as mais diversas. Por isso, preparamos para vocês um vídeo com o passo-a-passo de uma pomada natural, que pode ser feita em casa de forma rápida e prática e que pode ser uma grande aliada no tratamento das benditas assaduras.

 

A melhor forma de se prevenir assaduras é secar bem a pele do bebê antes de vesti-lo com a fralda. Com as fraldas de pano, não é necessário nem aconselhável o uso de pomadas para prevenção de assaduras, porém, pode-se utilizá-las para tratamento. As pomadas cujo composto ativo é o óxido de zinco (p. ex. hipoglós e a pomada de calêndula da Weleda), devem ser utilizadas em pequena quantidade, a qual deve ser espalhada até sua absorção pela pele. Se utilizadas em grande quantidade, podem manchar e impermeabilizar as fibras das fraldas.

Outras alternativas a estas pomadas são as feitas a base de óleos naturais ou os hidrolatos, como o de melaleuca. Amido de milho, clara de ovo e leite materno também são opções para o tratamento de assaduras, porém é preciso ter cuidado caso haja suspeita de assadura fúngica, pois estes podem piorar muito o quadro.

Essa receita que trouxemos pra vocês nós aprendemos no blog Simply Real Moms e, desde então, tem sido um sucesso entre as mães dos grupos que participamos. Isso porque, além de ótimas para as assaduras em geral, ela pode ser usada em picadas de insetos, pele ressecada, cortes e machucados e muito mais, como uma alternativa aos cremes e pomadas analgésicos e bactericidas que existem no mercado.

Antes de ver o vídeo e por a mão na massa, é importante ressaltar alguns cuidados gerais que precisamos ter, prezando sempre pela saúde e bem estar dos nossos pequenos. Primeiro, como estamos fazendo um produto que será utilizado diretamente na pele deles e, ainda mais, nas suas áreas íntimas, é preciso que todos os utensílios sejam muito bem higienizados e esterilizados. Recomendamos, também, o uso de luvas durante a produção e os cabelos presos.

Com relação aos componentes da pomada, também é preciso atentar para algumas precauções. Oléos essenciais são derivados de plantas puros, altamente concentrados e com efeitos terapêuticos potentes, portanto, oferecem risco de efeitos adversos, hipersensibilidade e alergia em algumas pessoas. Somado a isso, bebês têm o seu organismo ainda mais sensível e em desenvolvimento das suas proteções naturais. Portanto, o cuidado com os óleos essenciais deve ser redobrado. Alguns estudiosos defendem que, tomando-se as devidas precauções e conhecendo sobre o assunto, é possível ter nos óleos essenciais grandes aliados no cuidado com a saúde dos pequenos (como neste texto sobre o uso seguro dos óleos essenciais com crianças). Outros, chamam a atenção para a importância da proporção da diluição do óleo essencial em óleo vegetal, que deve ser de 0,25% para bebês e crianças entre 6 meses e 6 anos de idade, mas, mesmo assim, sinalizam que devemos usar os óleos essenciais com menores de 2 anos de idade somente em caso de extrema necessidade.

Busquei reunir aqui, então, algumas precauções que podem ser úteis, mas, lembre-se que, no final, você é o responsável pela saúde do seu filho. Conte com a ajuda de especialistas, como o próprio pediatra e outros terapeutas certificados, e busque sempre informações em fontes variadas e confiáveis para tomar as suas decisões.

PRECAUÇÕES:

  • Utilize somente óleos essenciais puros (e não “essências aromáticas”), de marcas de confiança, que são vendidas em farmácias de manipulação e lojas especializadas;
  • NUNCA utilize óleos essenciais em crianças sem diluir;
  • Utilize a pomada somente no caso de assadura, ou seja, não utilize de forma “preventiva” ou diariamente. No caso de assaduras persistentes, consulte um médico ou especialista de confiança;
  • Teste a sensibilidade de seu filho aplicando uma pequena quantidade da pomada na parte interna do braço dele e preste atenção se não fica vermelho ou irritado;
  • Na dúvida, diminua a proporção de óleo essencial da receita, ou opte por somente um dos óleos e teste. Se funcionar, perfeito! Se não, você pode aumentar de pouco em pouco. A quantidade ideal de óleo é a menor possível para alcançar o seu efeito terapêutico. Aliás, o próprio óleo de coco, puro, pode ser usado como tratamento de assaduras, por possuir propriedades antiinflamatórias.

UFA! Tendo tudo isso em mente, vamos à receita.

Receita de pomada caseira e segura para fraldas de pano | O Nosso Blog

Pomada Caseira para Assaduras
 
Tempo de preparo
Tempo de cozimento
Tempo total
 
Ingredientes
  • 30 gramas de cera de abelha, pura e filtrada
  • 1 xícara (chá) de óleo de coco
  • 20 gotas de óleo essencial de lavanda
  • 20 gotas de óleo essencial de melaleuca
Modo de preparo
  1. Junte a cera de abelha fracionada e o óleo de coco.
  2. Leve ao banho-maria até que a mistura esteja completamente líquida e uniforme.
  3. Junte os óleos essenciais e misture bem.
  4. Transfira imediatamente para um recipiente higienizado e com tampa.

 

Mantenha a pomada em local seco e arejado. O prazo de validade será o mesmo do óleo de coco. Verifique na embalagem e anote no seu pote também. Quando for retirar o produto para uso, utilize uma espátula ou separe sempre uma quantidade pequena para ficar à mão durante as trocas, evitando assim contaminar toda a pomada colocando o dedo dentro do pote.

Esperamos que essa receita seja útil para vocês! Se fizer e gostar, conta pra gente! E se tiver alguma dúvida ou crítica, estamos aqui!

OBSERVAÇÃO: Esta receita é destinada a uso pessoal! É sempre bom lembrar que a produção de produtos cosméticos e de higiene pessoal para venda é regulamentada e fiscalizada pela ANVISA e deve ser feita sob a responsabilidade técnica de um químico ou farmacêutico.

Leia também:

Fraldas de Pano: tudo sobre elas – Parte 1: por quê usar

Fraldas de pano: tudo sobre elas – Parte 2: modelos

Fraldas de pano: tudo sobre elas – Parte 3: cuidados e lavagem

6 ideias sobre “Fraldas de pano: tudo sobre elas – Parte Final: Pomada Caseira para Assaduras

  1. Carol Helena

    Obrigada pelas informações, meu primeiro filho ja tem 4 e meio e eu já tinha me esquecido de um monte de informações sobre as FP. Logo mais vou parir o segundo e os textos foram de grande ajuda pra me lembrar de tudo. Abraços.

    Responder
    1. Carol Neves Autor do post

      Obrigada pelo feedback, Carol!!! Talvez vc já tenha tido seu pequeno, então parabéns!!! Hehehe
      Beijos, Carol.

      Responder
  2. Carolina

    Olá,

    Fuçando por aqui para saber mais à respeito das fraldas de pano (minha filha nasce no mês que vem), encontrei o blog e já devorei vários artigos. Parabéns pelo trabalho. Pena eu não morar em São Carlos, para poder conhecer mais de perto o trabalho desse grupo tao especial!

    Responder
    1. Carol Neves Autor do post

      Olá Carol! Obrigada pelo feedback!!! :D Foi uma delícia fazer esta série e já estamos planejando outras coisinhas :) Adoramos nossos bumbuns de pano hehehe.
      Parabéns pela sua bebê e boa hora!!! :)
      Beijão

      Responder
  3. Pingback: Low/No Poo para crianças – Produtos e jeito de lavar o cabelo |

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

: