Conhecendo cantinhos de São Carlos: Parquinho da Estação Cultura

Olás! Pois é! Ficou surpreso/a com o fato de existir um parquinho na Estação Cultura (sim, a estação de trem)? Eu também fiquei quando o meu marido sugeriu que fossemos até lá. E fiquei mais surpresa ainda quando chegamos. Quer saber por que?

conhecendo parque estação 1

A ida à Estação Ferroviária sempre foi um passeio interessante pra fazer com as crianças nos finais de semana. Tem o Museu, a ampla plataforma e os próprios trens, que, apesar do barulho e da fumaça, sempre encantam os pequenos. No ano passado, foi inaugurado também um conjunto recreativo, localizado na ponta esquerda da plataforma. Além do “brinquedão” novinho e bem cuidado, tem aparelhos de academia ao ar livre, bancos sob um lindo pergolado de madeira e um amplo jardim com muita, muita sombra! E foi justamente isso que mais me encantou: normalmente, os parquinhos de São Carlos têm pouquíssimas árvores, então a gente tem que fugir deles nos horários de sol mais forte. Ali não. O brinquedo fica descoberto enquanto as árvores novinhas não crescem, mas o restante do espaço é uma delícia. Aliás, os meus filhotes se divertiram por mais tempo ali, colecionando pedrinhas, frutinhas e coquinhos do que no brinquedo.

conhecendo parque estação 2Outro ponto que me chamou muita atenção foi a limpeza do local. Tem muitos cestos de lixo espalhados ali, todos com saco de lixo, o que facilita muito. Pode parecer banal, mas se você for reparar, a maioria dos nossos espaços públicos não têm lixeiras ou elas estão danificadas e lotadas. Como exigir que as pessoas joguem lixo no lixo se o próprio espaço não dispõe de lixeiras? Lógico que ter lixeiras não é garantia de limpeza e podemos (e devemos!) ensinar nossos filhos a levar o lixo com eles quando elas não existem, mas precisamos pensar sobre isso também. Ai no parquinho do seu bairro, do seu condomínio, do seu prédio… Tem lixeira suficiente? Quem pode ser responsabilizado por isso? ;)

conhecendo parque estação 3

Por fim, a segurança do local também me surpreendeu. O parque fica num local sem acesso externo e, apesar de ser próximo ao trilho do trem, ele é separado dali por muitas plantas e cercas (onde estão crescendo algumas trepadeiras – no futuro vai ficar lindo!!!). A entrada passa por uma ponte estreita sobre uma vala, acredito que para restringir o tamanho da passagem e, assim, dificultar que as crianças saiam correndo para a plataforma. Porém, nunca podemos descuidar dos nossos filhos nestes locais! Aproveite o local e a oportunidade para estar junto com eles, curtir, brincar!

Quanto ao estacionamento, quando chegamos por volta das 10h no domingo, estava tranquilo de parar na frente da própria estação. Porém, quando saímos, umas 11h30, já restavam poucas vagas. Além disso, estava acontecendo um ensaio de Banda Marcial, muuuuuito legal. E este é outro ponto positivo do espaço: ali é local de encontro de diversos grupos e de vários eventos e exposições, então é sempre possível de encontrar uma atração surpresa por lá. Nós daqui d’O Nosso Blog vamos ficar atentas para postar na seção de Eventos sempre que tivermos notícia de algo para vocês. Se você ficar sabendo, avisa a gente também.

O acesso de ônibus também é muito fácil, já que ali na frente é o ponto final de muitas linhas da cidade. Qualquer uma que indique “Estação Sul” chega ali!

É isso ai, pessoal. Espero que nossas dicas possibilitem que vocês e suas famílias aproveitem e ocupem mais nossa querida cidade! Se for lá, manda sua impressão para nós ou foto com a hashtag #onossoblog ;)